O Rei das Blue-Chips!

O Rei das Blue-Chips!
O objetivo deste blog é de mostrar opiniões sobre o mercado de ações no Brasil.

11/04/2010

Acionista, você foi lesado pela empresa? A CVM agradece!

Há notícias na imprensa sobre multas que a CVM têm aplicado a empresas que praticam fraudes no mercado de ações.
Na minha opinião, o acionista que foi lesado fica duplamente prejudicado:
a) quando foi praticada a fraude e com isso ele teve prejuízos com queda das ações;
b) quando a CVM instaura o processo e cobra multa da empresa de que o acionista é sócio, se ainda não vendeu as ações. Nesse caso, o processo instaurado pela CVM prejudica ainda mais o acionista, que vê um novo vetor de desvalorização das mesmas. Além disso, a multa que a CVM cobra da empresa vai para o caixa da CVM (Governo), ou seja, é uma espécie de "Imposto sobre Prejuízos de Acionistas  Otários" - IPAO, em que o governo ganha quando uma empresa lesa o mercado.

Eu acho que a multa deveria ser destinada aos acionistas que foram prejudicados, a título de indenização, para cobrir os prejuízos. O pagamento se daria da mesma forma dos proventos distribuídos, ou seja, defina-se uma data "COM" e "EX" multa.

Não é à toa que no Brasil apenas cerca de 3% da população investe em ações de forma significativa, enquanto que nos EUA esse número e de cerca de 50% e na Suécia é de 75%.
-

3 comentários:

  1. Valentim : O teu texto acima vem a propósito do absurdo da Telemar em termo de querer "garfear" os minoritários da BRT . Querem tungar 22% na relação de troca da BRTo4 com a Tmar5 . É crime hediondo !!! Um absurdo !!!! Ora bola o sujeito compra um imóvel usado e depóis do negócio fechado começa a descontar no preço pois a torneira está com vazamento . E se achasse um "pote de ouro" no imóvel , repartiria com o antigo proprietário ? é de doer , só vai atrapalhar a consolidação do negócio pois há chance "zero" de esta tunga passar numa assembléia .
    abraços
    João Paulo / Taquari

    ResponderExcluir
  2. É isso mesmo João. Escrevi esse post pensando na BRT, na Eletrobrás (demorou anos para pagar dividendos, e agora vai pagar em 4 anos) e no caso dos derivativos lastreados em dólar.
    Recentemente uma revista (não me lembro o nome ) colocou o tema de fraude em bolsa na capa.
    Eu enviei o post acima para a CVM e Bovespa a título de sugestão também.
    SE vc quiser, faça uma busca dentro do blog por estes temas, na barra aí acima, e encontrará uns posts meus.
    Abraço!

    ResponderExcluir