O Rei das Blue-Chips!

O Rei das Blue-Chips!
O objetivo deste blog é de mostrar opiniões sobre o mercado de ações no Brasil.

30/05/2012

Incrível: até tu, BVMF3 ?

- Reizão!!
Os acionistas da Bovespa, BVMF3, estão putos!

Tá rolando picaretagem até na própria Bovespa? Que é isso?

Nos EUA esse tipo de ativismo dos acionistas de empresas abertas é muito comum e mais contundente, com frequentes ações judiciais.
Aqui no Brazuca a coisa está incipiente ainda, até porque há poucos acionistas pessoas físicas (cerca de 560 mil) e o Poder Judiciário é muito lento.
Desse jeito, a campanha feita pela Bovespa, que objetiva alcançar cerca de 5 milhões de CPF com custódia de ações, parece estar cada vez mais distante de lograr êxito.

Talvez uma SELIC a 6% ao ano possa ajudar... Mas ninguém quer sair da renda fixa para comprar ações de empresas picaretas.

-------------------------------------------------------------------------------------

"MANIFESTO DOS ACIONISTAS MINORITARIOS DA BM&FBOVESPA
Os acionistas da BM&FBOVESPA, cansados de tantos prejuizos causados pelos


desmandos, acertos, facilitacoes e ma utilizacao de recursos pertencentes a


empresa, vem a publico, no primeiro ato de protesto na Historia do Brasil, como


minoritarios, se manifestar contra a atitude adotada pela sua Administracao.


Tendo em vista os ultimos acontecimentos, a iniciar pela sonegacao de


informacoes, principalmente quanto a condenacao judicial sofrida em razao das


ilegalidades praticadas no caso "FONTE CINDAM e MARKA", e que, numa demonstracao


clara de falta de lisura que resvala na traicao aos acionistas, somente foi


divulgado apos a realizacao da Assembleia Geral, muito embora a Administracao da


BM&FBOVESPA ja soubesse ha muito, pelo menos 10 (dez) dias antes.


Alem disso, as noticias divulgadas pela midia sobre multas aplicadas pela


Receita Federal, que nao se conhece os riscos ao patrimonio da empresa e nem os


valores cobrados, tampouco o que as motivaram, e que podem levar os acionistas,


em caso de condenacao final, a pagarem essa conta, sabidamente fatos anteriores


a Oferta Publica de Venda da Acoes.


Some-se a isto, ainda, a falta de transparencia nas contas apresentadas pela


Administracao da BM&FBOVESPA em seus balancos, onde as notas explicativas nada


explicam. Ao pagamento de parcos dividendos, em funcao dos enormes gastos


contabilizados como pagamento a terceiros, a doacao do dinheiro dos acionistas


para a Empresa Bolsa Superintendencia de Mercado, por exemplo.






Sem falar nas manobras que beneficiam altos dirigentes, e nas facilitacoes que


permitem se apropriarem do dinheiro dos acionistas.


E mais: ante o silencio da BM&FBOVESPA diante das graves denuncias tornadas


publicas recentemente, e das ofertas de recompra de acoes em tesouraria, sao


alguns dos fatos que motivam este ato de protesto e pedido expresso de


explicacoes.


A BM&FBOVESPA S/A. nao e propriedade exclusiva de seus administradores!!!


Agora, a BM&FBOVESPA e uma empresa de Capital Aberto, pertencente aos seus


acionistas!!!
A.N.A. Associacao Nacional dos Acionistas BM&FBovespa


Email.: associacaoana@hotmail.com"




27/05/2012

Fundamentos de OGX - OGXP3 - até ITR 03/2012


NOVO Relatório de análise de OGX Petróleo e Gás Participações S. A. – OGXP3, até ITR 03/2012.

ATUALIZADO: NOVO RELATÓRIO MAIS RECENTE:

 Clique aqui para acessar.


26/05/2012

Fundamentos de CEMIG - CMIG3, CMIG4 - ITR 03/2012

 Relatório de Análise de Cia. Energética de Minas Gerais - CEMIG - CMIG3, CMIG4.

Novo relatório. Clique aqui para acessar.


22/05/2012

Análise dos fundamentos de Vanguarda Agro até ITR 03/2012

Relatório de Análise de Vanguarda Agro SA - VAGR3.

NOVO RELATÓRIO, ATUALIZADO: Clique aqui para acessar.


18/05/2012

A short analysis of Facebook's fundamentals

Uma rápida análise dos fundamentos do Facebook ( Nasdaq: FB).Yes

É impressionante o aumento do faturamento do nosso famoso álbum de fotos. Em 12/2011, faturou 3,7 Bi, contra 0,77 Bi de 2009, um impressionante aumento de quase 5 vezes. O lucro líquido também cresceu quase na mesma proporção, saindo de 122 MM para 668 MM. Será que é isso mesmo ou "maquiaram" o balanço para turbinar o IPO?

Em 2011, mostrou margem líquida de 27% e margem bruta de 76%. Amazing!

À cotação de US$38,00, o lucro por ação de 2011 é menos de 1% ao ano, ou 0,36 por ação, antes da IPO. Agora, o LPA será menor porque aumentou a quantidade de ações. Isso projeta um dividend yield de cerca de 0,30% ao ano. É pouco, mesmo para os americanos, mas se continuar crescendo assim,  o preço de 38,00 pode se tornar bem barato.

Um ponto negativo dos fatores de risco é que o Facebook não sabe os efeitos na lucratividade e faturamento que uma provável mudança de acessos, do notebook para telefones móveis, podem ter no futuro. A própria empresa especula que essa mudança pode ter efeitos negativos.

O preço de US$38,00 por ação dá ao livro de fotos um valor de mercado cerca de US$ 104 Bi. Que álbum caro! Mais valiosa que a VALE S. A. (hoje cerca de US$ 90 Bi).

O que acho mais importante é: os acionistas originais já venderam parte de suas ações a esse preço na IPO e assim já realizaram enorme lucro. Do ponto de vista deles, pouco importa se os papiros caírem a 20,00. Já lucraram fortemente mesmo!

E hoje, no primeiro dia de negociação, quem entrou no IPO para flipar já teve oportunidade de realizar lucro de 10%. Nothing bad!

17/05/2012

15/05/2012

Análise dos fundamentos de EMBRAER S.A.- EMBR3, ref. 03/2012


Profunda e completa análise, elaborada em 05/2012, com base nos balanços de 2004 até MAR/2012.

26 páginas. Clique aqui para acessar.

Contém análise das demais informações disponíveis até a data de elaboração do relatório (ITR, comunicados, documentos arquivados pela empresa).

Contém estimativas sobre a possível lucratividade, distribuição de proventos; perspectivas.

Vários gráficos, tabelas e cálculos explicativos.

Tópicos:

1 – Análise
1.1 – A xxxxxxxx

( xxxxxx = vide relatório)

1.2 – Aspectos das ITR e DFP de 2004 a 03/2012
1.2.1 – Receita xxxxxxxxx em xxxxxxx, xxxxxxx mostra xxxxxxx
1.2.2 – Margens xxxxxxxx em xxxxxxxxxx e mostrando xxxxxxxxx

1.2.3 -  Quantidades entregues e preço xxxxxxx
1.2.4 – Carteira de pedidos e backlog xxxxxxxx

1.2.5 – Margem xxxxxxxxx em xxxxx
1.2.6 – Despesas xxxxxxxxxx xxxxxxx em propxxxxx
1.2.7 – Indicadores por empregado
1.2.8 – Endxxxxxxxx xxxxxxxxxxx
1.2.9 – Resultado xxxxxxx xxxxxxxxx
1.2.10 – xxxxxxx e xxxxxxxxxx de caixa em montantes xxxxxxxxx
1.2.11 – Totais de xxxxxxxx e xxxxxxxxxxxx em xxxxx xxxxxxxx
1.3 – Fatores xxxxxxxxxx
1.4 - Preço justo das ações segundo xxxxxxxx

1.5 – xxxxxxxxx e payout
1.6– Projeções de xxxxxxx, xxxxxxxxxxx e possíveis xxxxxxxxx
Pressupostos dos cenários de projeções
Valor presente de xxxxxxxxxxx
Cenário 1
Cenário 2
Cenário 3
Cenário 4

1.7 - xxxxxxx
2 – Conclusões

14/05/2012

Análise dos fundamentos de CSN - CSNA3 - ITR 03/2012


Relatório de Análise de Cia. Siderúrgica Nacional – CSNA3.

NOVO RELATÓRIO:. Clique aqui para acessar.

12/05/2012

Análise dos fundamentos de BICBANCO - BICB3, BICB4, ref. 12/2011

Relatório de análise do Banco Comercial e Industrial S.A. - BICBANCO – BICB3, BICB4.

Profunda e completa análise, elaborada em 05/2012, com base nos balanços de 2006 até 12/2011.

27 páginas. Clique aqui para acessar.

Contém análise das demais informações disponíveis até a data de elaboração do relatório (ITR, comunicados, documentos arquivados pela empresa).

Contém estimativas sobre a possível lucratividade, distribuição de proventos; perspectivas.

Vários gráficos, tabelas e cálculos explicativos.

Tópicos:

I – Análise
1 – O xxxxxx do Bicbanco

( xxxxx = vide relatórios)

Carteira de xxxxxxxx, captações
1.1 – Contexto xxxxxxxx

1.2 – Operações de xxxxx e comparação com 4 outros bancos

1.3 – Índice de basiléia e outros xxxxxxxx

Breve explanação sobre o índice de Basiléia
O xxxxxxxxxxxx do BICB

1.3.1 - Parcelas xxxxxxxx há xxxxxx de xxxxxx

xxxxxxxx para redução do xxxxxxxx

1.4 – Evolução do xxxxxxxxx e outros itens das demonstrações contábeis

1.4.1 – xxxxxxxx e PIB nacional

1.4.2 – Margens xxxxxxx
1.4.3 – Lucro xxxxxxx em xxxxxxxx proporção xxxxxxxx RIF
1.4.4 – Despesas xxxxxxxxxxx em xxxxxxxx  a xxx
1.4.5 – Receitas de xxxxxxxx xxxxxxxxx significativamente
1.4.6 – BICB4 versus xxxxxxxxxxxx
1.4 7 – xxxxxxxxx na geração de xxxxxxxxxxx
1.5 -  Ratings xxxxxxxxxxx
1.6 – xxxxxxxxxx e payout
1.7 – xxxxxxxx

1.8 – O preço justo xxxxxxxx
Observações sobre o preço justo
1.9– Projeções de xxxxxxxx, xxxxxxxxxx e possíveis xxxxxxxx
Pressupostos dos cenários de projeções
Valor presente de xxxxxxxxx

Cenário 1
Cenário 2
Cenário 3
Cenário 4

Observações sobre os cenários.

II - Conclusões

06/05/2012

Análise de FERBASA - FESA3, FESA4, ref. 12/2011


Relatório de Cia. Ferro Ligas da Bahia - Ferbasa – FESA3, FESA4.

Profunda e completa análise, elaborada em 05/2012, com base nos balanços de 2004 até 12/2011.

29 páginas. Clique aqui para acessar.

Contém análise das demais informações disponíveis até a data de elaboração do relatório (ITR, comunicados, documentos arquivados pela empresa).

Contém estimativas sobre a possível lucratividade, distribuição de proventos; perspectivas.

Vários gráficos, tabelas e cálculos explicativos.

Tópicos:
1 – Análise
1.1 – Entendendo xxxxxxxxx

(xxxxxx = vide relatório)

1.2 – Aspectos das ITR e DFP de 2004 a 12/2011
1.2.1 – Receita xxxxxxxx em xxxxxx
1.2.1.1 – Possível xxxxxxxxx do ferrocromo
Perspectivas traçadas pela Ferbasa

1.2.1.2 – xxxxx xxxxxxx ferrosilício xxxxxxx
1.2.2 – Margens xxxxxxxxxx
1.2.3 – Despesas xxxxxxxx xxxxxxx percentual xxxxxxxxxx
1.2.4 – Resultado xxxxxxxx tendência xxxxxxxxxx
1.2.5 – Endividamento xxxxxxxxx
1.2.6 – Ativos e xxxxxxxxx em clara xxxxxxxxxxx de xxxxx
1.2.7 – A empresa continua xxxxxxxxxxx
1.2.7.1 – Nível de xxxxxxxxxxx xxxxxxxx
1.2.8 – Retorno xxxxxxxxx em queda, refletindo xxxxxxxx
1.2.9 - Risco de xxxxxxxx de xxxxxxx = xxxx nível de xxxxxxxx
1.2.10 – xxxxxxx prazo de xxxxxxxx
1.2.11 – Importante aspecto de xxxxxx quanto ao xxxxxxx e xxxxx
1.2.12 – A xxxxxxxxxxx é um dos principais insumos
1.2.13 – Provisões para xxxxxxx

1.3 – Alguns indicadores com base nos xxxxxxxx
1.4 – Fatores xxxxxxxx
1.5 – xxxxxxxxxx e payout
1.6 - xxxxxxx
1.7 - Preço justo das ações segundo xxxxxxxxx
1.8– Projeções de xxxxxx, xxxxxxxxx e possíveis xxxxxxxxx
Pressupostos dos cenários de projeções
Valor presente líquido de xxxxxx
Cenário 1
Cenário 2
Cenário 3
Cenário 4
Observações sobre os cenários

2 - Conclusões

05/05/2012

Análise de COELCE - COCE5, ref. 12/2011

Ampla e completa análise, abrangendo praticamente todos os aspectos relevantes, elaborada em 05/2012, com base nos balanços de 2004 até 12/2011.

35 páginas. Clique aqui para acessar.

Engloba análise das demais informações disponíveis até a data de elaboração do relatório (ITR, comunicados, documentos arquivados pela empresa).

Contém estimativas sobre a possível lucratividade, distribuição de proventos; perspectivas.

1- Análise:
1.1 – Aspectos gerais das ITR e DFP de 2004 a 2011
( xxxx = vide relatório)
1.1.1 – Endividamento VERSUS xxxxx
1.1.2 - Taxas de xxxxxx do PIB e xxxxxx com xxxxxx
1.1.3 – Os xxxxxx sobre a xxxxxxx
1.1.4 – Próxima revisão tarifária e xxxxxxxxx

1.1.5 - Conclusões quanto ao item 1
1.2 – O xxxxxxxx, xxxxxx e intangível da Coelce
1.3 – Aspectos xxxxxxx da Coelce
xxxxx perdas, de xxxx e de xxxxx de falta xxx taxa de xxxxxx
1.3.1 – Problema com xxxxx
1.3.2 – xxxxxx de energia e xxxx arrecadação
1.3.3 – xxxxxx concessão, número xxxxxx
1.3.4 – xxxxxx
1.3.5 – Número de xxx e o risco xxxxxx
1.3,6. Fontes e xxxxxxx de xxxxxxx
1.3.7 - Vantagem xxxxxxxx do xxxxx
1.3.8 - xxxxxx
1.4 – xxxxxxx relevantes xxxxxx, que a xxxxx

1.4.1 – xxxxx revisão tarifária

1.4.2 - xxxxx não xxxxx
1.4.3 - Rxxxx xxxxxx
1.4.4 - xxxxxxxx quanto ao xxxxx
1.4.5 - xxxxxx quanto xxxxx
1.4.6 - xxxxxx reajustes xxxxxx
1.4.7- xxxx quanto a novo xxxx de xxxxxx
1.4.8 - xxxxxxx quanto a uma possível xxxxxx
1.4.9 - xxxxxxx quanto a projeto xxxxxx
1.5 - Preço justo das xxxxxx segundo xxxxx
Observações sobre o xxxxx

1.6 – xxxxxxx
1.7 – Os proventos xxxxxxx
1.7.1 – xxxxxx
1.8 - Análise de perspectivas xxxxx quanto a xxxxxx, xxxxxxx e xxxxxx

valor presente líquido de XXXXXXXXXX
Possíveis impactos da rxxxxxxx xxxxxxxxxx

Cenário 1
Cenário 2
Cenário 3
Cenário 4
2 - Conclusões
2.1 - Conclusões quanto a xxxxx
2.2 - Conclusões quanto a xxxxx

04/05/2012

Análise de EVEN Construtora ref. 12/2011


Relatório de análise de Even Construtora feito em 05/2012, com base nos balanços de 2007 até o balanço de 12/2011. Engloba análise das demais informações disponíveis até a data de elaboração do relatório.

15 páginas. Clique aqui para acessar

Tópicos:

1- Análise:
1.1 – Balanço patrimonial e demonstrações de resultado de 2006 a 12/2011
1.1.1 - xxxxxxx evolução dxxxxxxx trimestral

( xxxxxxx = vide relatório)

1.1.2 - Aumento xxxxxxxxx e xxxxxxxxxxx
1.1.3 - xxxxx das xxxxxxxx
1.1.4 – Percentual das xxxxxxxxx em xxxxxxxx
1.1.5 – Despesas xxxxxxxs em xxxxxxxxxx
1.1.6 – Endividamento xxxxxxxxxxx xxxxxxxxx xxxxxxx
1.1.7 – Retorno xxxxxxxxxxx em xxxxxxxxxxx
1.2 – Demonstrativos operacionais
1.3 – Estoque de xxxxxxxx e xxxxxxxxx a xxxxxxx
1.4 – xxxxxxxxxx
1.5 - Preço justo das ações segundo xxxxxxxxxx
Observações sobre o preço justo
1.6– Projeções de xxxxxxxxx, xxxxxxxxx e possíveis xxxxxxxxxxx
Pressupostos dos cenários de projeções
Valor presente líquido de xxxxxxxx
Cenário 1
Cenário 2
Cenário 3
Observações sobre os cenários
2 – Conclusões